Notícias

Entrega de Pémios Ecotrophelia

Foi atribuído no passado dia 25 de Maio, no Centro de Congressos da Alfândega do Porto, o Prémio Ecotrophelia Portugal 2018, promovido pela PortugalFoods em coorganização com a @FIPA – Federação das Indústrias Portuguesas Agro-Alimentares.

Como parceiro convidado deste evento, os Queijos Tété marcaram presença com Cristina Amaro, Administradora e Cátia Monteiro, Directora da Qualidade.

Muitos parabéns aos três primeiros vencedores mas também a todos os que participaram e que, com todo o seu talento e dedicação fizeram da 2ª edição do Prémio ECOTROPHELIA Portugal 2018 um enorme sucesso.

Tété no Portugal Expo 2018

O Prémio Ecotrophelia Portugal vai na sua segunda edição. A competição nacional realiza-se no dia 25 de maio, no Centro de Congressos da Alfândega do Porto e irá determinar os três melhores produtos que vão estar a competir. O vencedor irá representar Portugal na competição europeia do Prémio Ecotrophelia, na feira SIAL Paris, em França.

A Tété, empresa que atua no sector da produção e comercialização de produtos lácteos, integra este ano o Ecotrophelia Guiding Board na qualidade de parceiro, apoiando assim, a segunda edição desta competição que promove a ligação de estudantes, professores e investigadores a profissionais do setor agroalimentar, contribuindo para a criação de uma rede de formação de excelência em inovação alimentar.

O Prémio Ecotrophelia Portugal é uma iniciativa promovida pela ‘PortugalFoods’ e pela Federação das Indústrias Portuguesas Agroalimentares (FIPA) que tem como objetivo estimular a inovação e o empreendedorismo na área agroalimentar junto do meio académico e do setor agroalimentar. Visa o desenvolvimento de um produto alimentar eco inovador, desenvolvido por estudantes do ensino superior, despertando assim a atenção das mais diversas entidades e profissionais do tecido académico e empresarial.

“Esta é mais uma das nossas apostas, no âmbito da nossa estratégia e também da responsabilidade social, que visam promover a inovação que acreditamos ser um dos pilares essenciais não só para a nossa empresa, como para a nossa económica e especialmente para o nosso setor”, refere Cátia Monteiro, Diretora de Qualidade da Tété.

Os promotores do prémio pretendem, assim, promover Portugal como um país produtor de excelência e competitivo no mercado global, desde logo alicerçado na formação e qualidade científica dos seus profissionais.

O Prémio Ecotrophelia destina-se a grupos de alunos de licenciatura, pós-graduação e/ou mestrado, com idade igual ou inferior a 35 anos e que integrem uma equipa de dois a dez elementos. Os grupos devem desenvolver produtos alimentares eco inovadores, tendo em conta critérios como as propriedades nutricionais e organoléticas (como sabor, cor e aroma), o seu potencial e relevância comercial e a sua reprodutibilidade industrial.

O Prémio Ecotrophelia Portugal realiza-se em duas fases. A primeira fase compreende uma ronda nacional em que os estudantes submetem a candidatura do seu projeto. O Comité de Pré-Seleção elege 10 finalistas (que atualmente já são conhecidos), sendo estes posteriormente alvo de avaliação por um painel de personalidades do setor. Os três melhores classificados recebem prémios no valor de 2.000€, 1.000€ e 500€, respetivamente. A segunda fase conta com a participação do vencedor português na competição europeia em representação de Portugal.

A competição Ecotrophelia Portugal tem como objetivo premiar a eco inovação no sector agroalimentar, sendo os produtos a concurso avaliados por um júri multidisciplinar que tem em consideração critérios como: Eco inovação; Qualidades organoléticas e nutricionais; Cumprimento da legislação em vigor; Reprodutibilidade ao nível industrial; Relevância do produto ao nível comercial, distribuição e/ou retalho; Embalagem; Plano de marketing, negócio e vendas; Responsabilidade social e ambiental.

Tété no Portugal Expo 2018

Nos passados dias 20, 21 e 22 de Abril, os Queijos Tété marcaram presença na primeira Portugal Expo, no Luxemburgo, feira que foi inteiramente dedicada a dar a conhecer os produtos e serviços portugueses ao público europeu. Com um balanço bastante positivo, a Tété pretendeu neste certame, mostrar a grande variedade dos seus produtos e capacidade de produção, dando especial enfoque para o recentemente lançado Iogurte de Cabra Natural, bem como os queijos frescos e as manteigas tradicionais. A participação neste evento pertendeu dar a conhecar a Tété no mercado europeu, nomeadamente junto das comunidades portuguesas, bem como incentivar acordos com vista ao estabelecimento de uma representação comercial internacional. Devido à excelente receptividade dos produtos Tété esperamos, em breve, ter os nossos queijos, iogurtes e manteigas disponíveis no mercado europeu.

João Amaro na Portugal Foods

Indo já na quarta edição, este ano os Queijos Tété são, pela primeira vez, patrocinadores exclusivos dos Prémios Áquila. Apoiar a cultura nacional e dar a conhecer a marca a novos segmentos de mercado são os fatores intrínsecos a esta parceria.
A Tété, empresa que atua no sector da produção e comercialização de produtos lácteos, com a finalidade de alavancar a produção cultural e audiovisual nacional apoia este ano, e em exclusivo, os Prémios Áquila.
O objetivo deste galardão é premiar o que de melhor se faz no cinema e televisão nacionais. Com votos exclusivamente do público, serão distinguidos os melhores nas seguintes categorias: melhor filme, melhor ator/atriz, melhor argumento, melhor realizador/a e, em televisão, a melhor série e melhor telenovela. O anúncio dos vencedores será transmitido em horário nobre no canal de televisão Cinemundo, na noite de 1 de Maio.
Para além dos prémios dados às categorias em concurso, serão também entregues distinções de cariz especial. São estes, o Prémio Condor, atribuído a um profissional que tenha sido considerado uma revelação na indústria durante o ano anterior, o Prémio Fénix que presta homenagem à longa carreira de alguém que contribuiu significativamente para o meio audiovisual nacional e o Prémio Excelsior, que será entregue a uma instituição ou entidade que, no ano anterior, tenha sido relevante para o audiovisual português.
João Amaro, Diretor Geral da Tété, considera que o patrocínio aos Prémios Áquila, resulta da oportunidade exclusiva, de uma marca portuguesa, ajudar na divulgação e promoção da cultura e das artes perfomativas do nosso país. Este patrocínio vem, em paralelo, com o lançamento de novos produtos, com especial destaque para o Iogurte Natural de Cabra.
O patrocínio exclusivo deste evento é importante pois permite à Tété perseguir algo que faz parte dos seus objetivos sociais, o de ser facilitadora do reconhecimento da melhor produção cultural e audiovisual nacional. Permite também dar a conhecer a marca a novos segmentos de mercado e mostrar que a Tété aposta na produção de produtos lácteos diferenciadores, enriquecidos e de grande valor acrescentado no panorama atual dos produtos alimentares.”
 

João Amaro na Portugal Foods

No passado dia 19 de Fevereiro, decorreu na Maia, mais uma sessão anual dedicada à discussão das tendências de inovação e oportunidades de mercado no sector agroalimentar, promovida pela Portugal Foods.
Este ano a Tété foi convidada a participar neste evento, como caso de sucesso na transferência de conhecimento entre as universidades e o mundo empresarial, dando como exemplo o processo de I&D que esteve por trás do seu mais recente produto, o iogurte de leite de cabra.
Este convite, para partilha de experiência, surge numa altura em que o lançamento comercial do iogurte já se efectuou, com uma aceitação muito positiva por parte dos distribuidores e já com consumidores fiéis.
O excelente resultado desta primeira transferência de conhecimento de entidades do sistema científico nacional, deixa antever outros projectos de colaboração e de I&D com as universidades e politécnicos.
 

Novo iogurte de leite de cabra

A Tété, empresa do sector dos produtos lácteos, acaba de lançar um novo produto, na gama dos iogurtes. O iogurte de cabra.
 
A procura por novos produtos alimentares, cada vez mais diferenciados, enriquecidos, é a nova tendência do mercado, e a tal não ficam alheios os produtos lácteos. Para dar resposta à novas exigências dos consumidores a Tété, empresa do sector da produção e comercialização de produtos lácteos, lançou agora no mercado o iogurte de leite de cabra.
“O iogurte de cabra é um produto que a Tété já tinha na ‘gaveta’ há alguns anos, mas cujo seu lançamento tinha vindo a adiar. Como em todos os produtos que lançamos, quisemos ir mais longe e conceber algo com mais valor acrescentado do que o mercado tem para oferecer e que esteja mais alinhado com as atuais tendências de consumo”, afirma João Amaro, Diretor Geral da Tété.
Este novo produto “resulta de um longo e intenso trabalho de I&D em cooperação com duas entidades do sistema científico nacional e cujo produto final muito nos orgulha. Os maiores desafios na conceção da receita ideal prenderam-se com a textura e sabor”, refere.
Salientando que “esta é mais uma aposta no investimento e aproximação às entidades do sistema científico nacional, universidades, na transferência de conhecimento, estando já a empresa envolvida noutros projetos de I&D,”.
João Amaro lembra que a Tété trabalha com os três tipos de leite, “mas temos notado um aumento da procura de produtos com leite de cabra, por ser o que tem um nível nutricional mais próximo do leite materno e por ser de mais fácil digestão, e mesmo com lactose é mais tolerado que os restantes”.
E desta necessidade de mercado surge o iogurte de leite de cabra, de aroma natural, com poucas calorias, sem lactose, baixo em gordura e sem adição de açúcar, mas nutricionalmente rico, nomeadamente em proteína, cálcio e vitamina B6.
Esta novidade “vem reforçar a estratégia da Tété no que diz respeito à criação de novos produtos com grande valor acrescentado e com maior propensão à exportação”, diz João Amaral, adiantando que a empresa prevê para breve o lançamento de iogurtes com fruta.
Na globalidade este projeto implicará um investimento na ordem dos 250 mil euros. Os iogurtes da Tété podem ser encontrados no pequeno retalho, canal HORECA, e a empresa está agora em fase de negociação com a grande distribuição.
 
Originalmente publicado em Dinheiro Vivo

Tété inaugura novos escritórios

Dentro do processo de ampliação da sua unidade fabril, a Tété, inaugurou no passado dia 16 de Novembro, a nova ala administrativa da sua fábrica. Para tal, juntou todos os colaboradores que se encontravam nas instalações, para uma visita guiada aos novos escritórios e um brinde à ampliação da Tété.
Infelizmente, nem todos os funcionários puderam estar presentes devido a compromissos profissionais ou pessoais. A Tété agradece a todos por terem partilhado este momento tão importante na vida, e crescimento, da empresa.
 

Atribuição de Estatuto de PME Líder 2016; Queijos Tété

No passado evento de 30 de Outubro da ANIL, Concurso Queijos de Portugal 2017, A Tété recebeu na FIL em Lisboa, três menções honrosas.
 
Os nossos produtos foram distinguidos entre os 3 melhores a concurso a nível nacional. Recebemos menções nos seguintes produtos:
• Requeijão de Vaca light;
• Requeijão de cabra;
• Requeijão de mistura.
 

Atribuição de Estatuto de PME Líder 2016; Queijos Tété

É com orgulho no desempenho de toda a nossa equipa que comunicamos ter sido atribuído aos Queijos Tété, a revalidação do estatuto de PME Líder. Esta distinção, criada pelo IAPMEI, numa parceria com a Banca e o Turismo de Portugal, pretende sinalizar as PME com desempenhos superiores, reconhecendo publicamente o sucesso das suas estratégias empresariaias e a importância dos seus contributos para a economia nacional. A todos os nossos colaboradores, obrigado!
 

Assinatura do protocolo

No passado dia 29 de Junho, a Tété, pela mão do seu director geral João Amaro e em conjunto com outras empresas do concelho de Loures, assinou um protocolo de criação de um novo centro de negócios e incubadora de empresas, a Loures INOVA.
 
A missão geral deste novo organismo da C.M. Loures, visa criar um ambiente favorável à inovação e ao desenvolvimento tecnológico no concelho, promovendo a competitividade e o investimento estruturante das empresas sediadas na região. Numa primeira fase, a Loures INOVA, irá trabalhar com as empresas, ou empreendedores, que desenvolvam projectos nas áreas agroalimentar, transportes, logística, saúde, indústrias criativas e ambiente mas, é expectável, que este leque de industrias venham a ser aumentado num futuro próximo, com projectos que sejam uma óbvia mais valia para o concelho.
 
A Tété, como membro fundador desta incubadora terá, como função específica, estar disponível para contribuir para a definição da estratégia de inovação territorial, no âmbito da materialização do Ecossistema de Inovação para o concelho de Loures e do objeto e missão da própria Loures INOVA.
 

Instalações Tété

Com um investimento perto de 1 milhão de euros, a Tété irá ampliar e melhorar a sua actual unidade fabril, aumentando e reorganizando a sua capacidade de produção. Em paralelo, parte de um esforço continuado de internacionalização, a Tété, em consórcio com outras 12 entidades nacionais e internacionais, está em concurso para um projecto de I&D europeu para a implementação de metodologias inovadoras na indústria de lacticínios.
 

Visita ao Zoo de Lisboa com Queijos Tété

No passado dia 9 de Maio os Queijos Tété tiveram a oportunidade e o prazer de ajudar a proporcionar um dia muito especial a um grupo de utentes da Instituição CIRE Tomar. O passeio ao Jardim Zoológico do Lisboa foi preparado a rigor para oferecer, a 28 pessoas da instituição, momentos especiais fora do seu contexto habitual diário. O resultado foi um dia repleto de emoções, com muita diversão e alegria.
 

Tertúlia de fados na Mercearia Santana, em Sacavém, no dia 13 de maio.

O fado é o tema da tertúlia que se realiza no próximo sábado na Mercearia Santana, em Sacavém, na Rua Almirante Reis, n.º 41 – 43. Com início às 15h00, a tertúlia terá como convidada a fadista Anabela Conde, que será acompanhada pela guitarra de Tiago Vicente e pela viola de Pedro Barrocas. A Teté irá patrocionar este evento com uma degustação de queijos.
 

Tété participa no projecto Grão a Grão

Afonso Borga, 22 anos e licenciado em Serviço Social pelo ISCSP, lançou o projeto Grão a Grão - Jantares Solidários, com vista a angariar fundos para partir em missão para um Campo de Refugiados na Grécia, durante os próximos meses de Verão. Com intuito de concretizar este projecto, o Afonso contactou a Tété para que esta oferecesse produtos para serem parte integrante destes jantares aliando-se, desta forma, a esta iniciativa. O projeto "Grão a Grão" mais do que apenas um conjunto de jantares de angariação de fundos, visa sensibilizar todos os participantes para a causa dos refugiados, desmistificando mitos e eliminando preconceitos.
 

Requeijão de Bola Tété, é o melhor de 2016; Queijos Tété

Foram revelados, dia 14 de Novembro, no Encontro com o Vinho e Sabores, os vencedores do Concurso Queijos de Portugal 2016, uma iniciativa da Associação Nacional de Industriais de Lacticínios (ANIL). São 20 os vencedores do concurso, um em cada categoria, e 40 referências distinguidas com menções honrosas, num universo de 206 queijos que participaram este ano. Pelo segundo ano consecutivo, a Tété ganhou o prémio de melhor requeijão de mistura e também, uma menção honrosa com o nosso requeijão de vaca. A todos os que contribuíram para o sucesso dos produtos Tété, o nosso mais profundo obrigado!
 

Atribuição de Estatuto de PME Líder 2016; Queijos Tété

É com orgulho no desempenho de toda a nossa equipa que comunicamos ter sido atribuído aos Queijos Tété, o Estatuto de PME Líder 2016. Esta distinção, criada pelo IAPMEI, numa parceria com a Banca e o Turismo de Portugal, pretende sinalizar as PME com desempenhos superiores, reconhecendo publicamente o sucesso das suas estratégias empresariaias e a importância dos seus contributos para a economia nacional. A todos os nossos colaboradores, obrigado!
 

Novo protocolo entre Tété e Gesloures E. M.; Queijos Tété

A Tété assinou recentemente um acordo de patrocínio com a GesLoures, entidade municipal que gere todas as piscinas do município de Loures. Este acordo está alinhado com a estratégia de responsabilidade social da empresa, contemplando um apoio financeiro à entidade municipal. Foi também acordado a concessão de condições mais vantajosas para os colaboradores da Tété e dos seus agregados familiares, na utilização dos equipamentos geridos por esta entidade municipal.
 

Entrevista a João e Cristina Amaro; Queijos Tété

João Amaro, Director-geral e Cristina Amaro, Directora-comercial da Tété, dão entrevista para a edição número 31 da Revista Empresas+. Ambos descrevem como a Tété surgiu no mercado há mais de cinquenta anos na produção de lacticínios e consegue promover, já na terceira geração, a aliança perfeita entre tradição e inovação.
 
Ler entrevista >

Entrevista a João Amaro; Lusa; Queijos Tété

João Amaro, director-geral da Tété, apontou como posição reforçada o aumento da facturação em 5% em exportações para os E.U.A.: « A empresa portuguesa de laticínios Tété vai reforçar este ano a aposta nos Estados Unidos e espera que a sua faturação global cresça 5% face aos 3,5 milhões de euros de 2015, disse o diretor-geral, João Amaro.»
 
Ler entrevista >

Millennium Estoril Open 2016

A Tété foi o produtor convidado na edição deste ano do Millennium Estoril Open. À Organização do evento, o nosso obrigado.

Requeijões da Tété premiados

O concurso Queijos de Portugal, organizado pela ANIL (Associação Nacional dos Industriais de Lacticínios), distinguiu o requeijão de vaca, o requeijão de cabra e o requeijão de mistura da Tété como os melhores de 2015, nas categorias respectivas. A empresa obteve, ainda, uma menção honrosa no queijo fresco de cabra, ficando este entre os três melhores daquele segmento de produto.
 
A Tété, empresa que atua no sector da produção e comercialização de produtos lácteos, viu distinguidos, no Concurso «Queijos de Portugal 2015», organizado, recentemente, pela ANIL, os seus requeijões de vaca, de cabra e de mistura, como os grandes vencedores nas suas categorias. A empresa viu ainda reconhecido, com uma menção honrosa, o queijo fresco de cabra.
 
«Estas distinções vêm afirmar a qualidade dos nossos produtos e prestigiar a nossa marca. Continuamos com a nossa aposta em produtos de excelência, na criação de inovação, conveniência e valor acrescentado para o consumidor», afirma Cristina Amaro, Directora Comercial da Tété.
 
Nesta edição estiveram a concurso 184 referências, distribuídas por 20 categorias - mais 7 que em 2014 e 127 que na primeira edição, na qual participaram 57 queijos.
 
Criado em 2009, com os objectivos de estimular o desenvolvimento da indústria queijeira nacional, de promover o queijo português de qualidade e de aumentar o reconhecimento do mesmo junto do consumidor, o Concurso Queijos de Portugal premeia, ano após ano, o que de melhor se faz em Portugal nesta área.
 
O painel de jurados foi composto por representantes dos sectores queijeiro e gastronómico, dos organismos de controlo e certificação, de instituições de ensino, da restauração e distribuição, dos meios de comunicação social e, também, por consumidores.
 
A Tété destaca-se, assim, não só pela qualidade dos seus produtos, mas também pelo seu dinamismo, capacidade de inovação e aposta na investigação, desenvolvimento e diferenciação.
 
Os requeijões da Tété são produzidos segundo uma receita original que tem sido passada de geração em geração, com os ajustes necessários para obter uma textura aveludada e um sabor e aroma únicos. Estes, tal como os restantes produtos da Tété, têm pouco sal adicionado, o que realça a sua qualidade e os torna, também, um alimento mais equilibrado e saudável.

Entrevista a Cristina Amaro, na Pontos de Vista

A directora comercial da Tété, Cristina Amaro, foi entrevistada para a edição número 49, da Revista Pontos de Vista.
 
«Com mais de meio século de vida, a Tété assume-se como uma empresa moderna e que, fruto da sua qualidade, tem vindo a conquistar a sua quota de mercado. As mutações do mercado são comuns, e hoje assistimos a uma Tété com uma nova imagem, numa amostra mais inovadora e moderna da mesma, embora sem nunca esquecer que a marca não descura o seu passado.»
 
Ler entrevista >

TEDx UCP Porto

A Tété associou-se à Universidade Católica Portuguesa, na organização de mais uma conferência TEDx, no Porto, no próximo dia 29 de Setembro.
 
O programa TEDx foi criado no espírito de missão TED, ideias que merecem ser divulgadas. O programa é projectado para dar às comunidades, organizações e indivíduos a oportunidade de estimular o diálogo em experiências do tipo TED, a nível local. Enquanto as conferências TED contam com uma abordagem mais global, o TEDx foca-se numa comunidade que concentra as vozes locais.
 
Saiba mais sobre esta iniciativa >

Entrevista para o Jornal Municipal de Loures

O director geral da Tété, João Amaro, e a directora comercial, Cristina Amaro, foram entrevistados para a edição número 6, de Junho de 2015, do Jornal Municipal de Loures.
 
«É um caso de sucesso em que a tradição e a inovação andam de mãos dadas há mais de 50 anos. A receita usada pela primeira geração da família Amaro ainda é a mesma, mas a vasta oferta de queijos atesta a capacidade da Tété de se reinventar.»
 
Ler entrevista >

Constituição da Confraria do Queijo Fresco da Região Saloia

Na passada quarta-feira, 30 de Abril de 2015, foi assinada a escritura da constituição da Confraria do Queijo Fresco da Região Saloia, impulsionada pela união das freguesias de Venda do Pinheiro e Santo Estêvão das Galés, e a Junta de Freguesia de Lousa, com o apoio das Câmaras Municipais de Mafra e Loures.
 
A Confraria será uma associação sem fins lucrativos para a promoção e divulgação do queijo fresco, como parte integrante do património gastronómico da região saloia e do próprio país.

Queijos de Portugal 2014

A Tété recebeu cinco menções honrosas, na edição deste ano do concurso Queijos de Portugal, promovido pela ANIL, nas categorias queijo fresco de cabra; requeijão de cabra; requeijão de mistura; requeijão de vaca; e novos sabores. Os produtos da Tété foram, assim, destacados de entre um total de quase 200 referências que foram a concurso.
 
Recebeu ainda palavras muito elogiosas do Senhor Secretário de Estado da Alimentação, Dr. Nuno Vieira e Brito, felicitando, especificamente, a Tété pelo leque de produtos apresentados, símbolos de inovação, investigação e diversificação.

Vida Rural

«Os produtos de cabra são dos que mais crescem no mercado nacional de lácteos, mas uma maior progressão é travada pela falta de matéria-prima, mesmo com o preço a aumentar. Os fabricantes com quem falámos têm em carteira novos produtos de cabra, mas acabam por ficar em standby à espera de mais leite e alguns até já vão buscá-lo a Espanha.»
 
No número de Outubro da revista Vida Rural poderá ler acerca das dificuldades que os fabricantes de queijo de cabra, entre os quais a Tété, têm quando tentam ser fornecidos por produtores nacionais.
 
Ler artigo >

SIAL 2014

A Tété estará, a partir de hoje, representada na feira agro-alimentar SIAL 2014, em Paris, até ao próximo dia 23 de Outubro.
 
A SIAL Paris é uma feira internacional de referência para o benchmarking de operadores relacionados com os sectores agro-alimentar e bebidas (retalho/indústria/foodservice), que reúne produtores e compradores, identificando e revelando as tendências e inovação que moldam o futuro da indústria do agro-alimentar e bebidas.

Tété no horseball

Foi com muito gosto que a Tété se associou à equipa de horseball da Quinta de Santo António, enquanto seu patrocinador. Boa sorte, e que comecem os jogos!